Amo meus filhos.

Os amo tanto que daria minha vida para protege-los sem ao menos  pensar duas vezes.  Eles são a razão que tenho para levantar toda manhã e tentar ser uma pessoa melhor, é por eles que ergo minha voz em busca de tornar o mundo num lugar mais justo e solidário.

Tento ser uma mãe saudável, daquelas que incentiva, que usa palavras doces e demonstra carinho a todo tempo. Quero ser a maior motivadora deles e que aprendam que eles podem ser qualquer coisa que quiserem desde que trabalhem duro e sejam honestos.

Eu tento ser uma boa mãe…

Mas as vezes me pego gritando, falando ríspido, sendo uma mãe que eu nunca quis ser. Isso me deixa triste, muito triste e por vezes penso: “Que raio de mãe sou eu?“. Sei que não sou a única a passar por essas crises violentas de humor e energia. Nós mulheres temos uma carga emocional muito grande, precisamos ser muitas coisas durante o dia: mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora, professora, e por ai vai, e no fim de um dia exaustivo de tarefas e afazeres, a única coisa que esquecemos ser é nós mesmas.

Tenho certeza que como eu, você que está lendo esse texto, também tem dias em que tudo que você mais gostaria era tomar uma xícara de café sossegada. Eu nunca gostei de silêncio, não sei bem o porquê, mas sempre me assustou a ideia de nenhum barulho, mas confesso que  com 2 crianças em casa o dia todo, o tal silêncio tem sido bem desejado por mim ultimamente.

O cansaço fisico é um vilão, principalmente se vem acompanhado pela TPM, aí sim é para deixar qualquer mãe louca. Quem é que nunca se trancou no banheiro por alguns minutos só para ter um pouco de paz ou para apreciar uma deliciosa barra de chocolate sossegada? Ou ainda quem é que nunca chorou compulsivamente sem nenhum motivo aparente, mas simplesmente por puro esgotamento fisico ou mental? Não me digam que eu sou a única?!

Eu amo meus filhos e sei que você também ama os seus. Portanto não se cobre tanto! Seja gentil consigo mesma. Tudo bem não ser perfeita, tudo bem não  ser forte todos os dias, tudo bem assumir que está cansada, que precisa de ajuda.

Eu estou cansada.

O cansaço não nos define como mulher nem como mãe, mas se você não parar e tentar fazer algo por você e para você, esse ciclo de esgotamento só vai aumentar e quando você menos perceber já nem conseguirá reconhecer a pessoa que vê no espelho.

É preciso parar, respirar, descansar. Afinal saúde mental é coisa séria, muito séria!

Ter uma rede de apoio é fundamental nessa hora. Alguém de confiança que possa segurar as pontas para você, é algo que não tem preço.

Lembro-me do nascimento dos meus filhos e de como foi importante ter alguém que pudesse ficar com as crianças enquanto eu dormia a tarde ou tomava um banho bem relaxante. Infelizmente esse tipo de “luxo” é bem mais difícil quando moramos longe da família.

Eu tenho estado muito cansada ultimamente, mudei de casa recentemente e não tenho dado conta da nova rotina, mas no meio de todo o caos externo e interno (esse é o pior!), tenho buscado alternativas de me encontrar e reencontrar a energia e a calma que tanto tem me feito falta.

Não quero me contentar em dizer aos meus filhos: “Desculpa, mamãe só está cansada.” Não quero que isso seja desculpa para meu mau humor e certa indelicadeza a lidar com eles.

É preciso encontrar alternativas práticas para desestressar e encontrar o equilibrio novamente:

1 – First things first: Isso significa priorizar o que é prioridade! Se você deixar vai passar o dia inteiro envolvida em afazeres da casa, mas pergunte a si mesma: O que é prioridade? O que precisa ser resolvido hoje? Não gaste energia no que não é prioridade. Não quando você já se sente esgotada!

2 – Simplifique: Não há nada de errado em comer uma “simples” macarronada, ou ainda legumes assados e vegetais. Você não vai ser menos mãe ou esposa por não colocar a mesa um menu de 3 cursos um dia ou outro. Quando se sentir cansada demais, cozinhe comidas simples, de preparo fácil e rápido.

3- Faça algo que te dê prazer, nem que seja por um curto período de tempo. Uma caminhada até o super mercado, ou ouvir música enquanto cozinha ou toma banho. Eu confesso que já tomei uma xícara de chá as 2 da manhã só pelo simples prazer de tomar um chá sossegada, sem interrupções, e apesar de estar morrendo de sono, precisava me dar aqueles 20 minutos de sossego para apreciar meu chá!

4- Tome um banho demorado! Ah nada mais relaxante que um banho quente demorado, e apesar de eu ser contra de usar o banho como relaxante, pois acabamos por gastar mais água do que realmente é necessário, sei que as vezes precisamos sim de um banho quente para aliviar a tensão do dia!

5 – Não tenha medo de pedir ajuda. Se você é como eu, adora ser independente e auto-suficiente, provavelmente tem dificuldades em reconhecer que precisa de ajuda. Não faça isso!  Admita que esta cansada e peça a alguém para ficar algumas horas com as crianças para que você possa cuidar de você! Lembre-se: Cuidar de você é também cuidar de seus filhos!

Espero que essas dicas sejam úteis para você como tem sido para mim, se você tem alguma outra dica, deixe nos comentários como faz para aliviar o stress do dia a dia quando se sente sobrecarregada. Vai ser ótimo saber o que funciona com você!

E lembre-se: Você é uma boa mãe, só está cansada!

jacob-townsend-440823-unsplash

 

 

 

 

Anúncios