Quando eu vim morar em Londres na Inglaterra, aos poucos comecei a ver como as coisas funcionavam, percebi que todas as empresas perguntavam se as pessoas tiveram um periodo de voluntariado.

O trabalho voluntário é geralmente considerado uma atividade altruista onde o individuo, oferece a sociedade suas habilidades, tempo e serviços para o bem publico de forma não remunerada.

Você pode se perguntar quem faria algo assim? Pois acreditem ou não existem milhares e milhares de pessoas hoje fazendo voluntariado. Não é simplesmente entregar alguma cestas basicas, ou fazer caridade, voluntariado é um contrato em que o sujeito se compromete a dedicar seu tempo, com o minimo de 4 horas semanais a trabalhos com a comunidade em organizaçãoes geralmente não governamentais, mas escolas e outras instituições aqui sempre aceitam voluntários, isso de forma gratuita. Você recebe apenas o valor do transporte se você mora muito longe e as vezes algumas intituiçoes oferecem vale almoço.

Me surpreendi muito quando conheci pessoas que trabalham como voluntários não há um ano, mas há 12 anos!! Sim você deve pensar essa pessoa deve ser louca não?!  A principio eu pensei isso! Mas então eu comecei a ver que existe muitas pessoas aqui na Inglaterra que antes de serem contratadas prestaram serviço voluntario na empresa por quase 3 a 4 anos.

De início fiquei impressionada com estas pessoas! Eu já tinha feito várias ações voluntárias no Brasil, dei muitas palestras e fiz muitas atividades de forma totalmente gratuita, mas não por tanto tempo, o máximo que fiz de voluntariado no Brasil foi 6 meses, eu tinha meu trabalho como psicóloga,  auxilei no projeto Junior Achiviemment Empreendedorismo – http://www.jabrasil.com. Na época eu trabalhava com outros voluntarios numa Escola pública com alunos do Ensino médio, onde eles aprendiam, sobre empreendedorismo, montavam uma empresa, fabricavam produtos vendiam, aprendiam a fazer a administração, a contabilidade basica, enfim a gente dedicava 4 horas semanais para isso. E foi muito realizador, ver que eu tinha contribuido para que aqueles alunos um dia se tornassem grandes empresários.

No Brasil não temos esta cultura de voluntariado tão forte, apesar de termos algumas organizações e pessoas que podem fazer voluntariado, em geral são instituições religiosas, organização ambientais que lutam por uma causa, mas não está difundido na sociedade a cultura de ser um voluntário. Diferente do Brasil, aqui existem todos os tipos de instituições que recrutam voluntários, alias poucas das intituições que conheço aqui na Inglaterra são religiosas, geralmente são organizações sem fins lucrativos com atendimentos a crianças, adolescentes, mulheres, pessoas vulneraveis etc. Talvez você pode pensar, como eu já pensei: “mas empresas estão explorando mão de obra barata” ! 

Sim, de certa forma as empresas ganham com isso… mas são empresas não lucrativas, são organizações não governamentais e geralmente consideradas “Charity” – Instituição de caridade, mas tem um sentido completamente diferente do Brasil. Aqui é muito fácil abrir uma organização filantropica, porém muito mas muito dificil é conseguir fundos do governo para manter a organização, assim elas vivem de doações e pessoas que dedicam suas vidas para ajudar. Mesmo assim existem milhares de organização com pessoas trabalhando gratuitamente, voluntariamente, recebendo um dinheiro que paga apenas as despesas de aluguel e manuntençao da organização.

Acredito que isso é um cultura enraizada na sociedade hoje, talvez seja devido a quantidade de guerras que os paises Europeus sofreram, todos de uma forma ou outra foram voluntarios nas guerras pra ajudar a comunidade a se reconstruir.

Por quê eu escolhi fazer voluntariado? Apesar de ter meu registro profissional como psicóloga e poder atuar, eu sou imigrante, não conhecia o sistema de saúde, de serviço social,  por não ter uma fluencia profissional com a lingua inglesa e por ter um filho que não frequenta creche periodo integral, eu decidi usar o pouco que sei para ajudar o outro, e também me sentir bem em voltar a fazer alguma atividade na area de psicologia que sou formada. Além de me sentir feliz por estar trabalhando, estou aprendendo muitas coisas, fazendo treinamentos que são fundamentais para meu CV e conciliando o tempo para ficar com meu filhote. As oportunidades de fazer uma rede de relações com pessoas que são da area profissional e conseguir um trabalho é muito maior quando se faz voluntariado.

Atualmente já  vai fazer um ano que estou trabalhando como voluntária, numa instituição chamada FEGANS https://www.fegans.org.uk/ eles trabalham com atendimentos psicoterapeuticos chamamos aqui de Couselling and Psychotherapy, e também com grupos de pais (parenting support) com Parenting Course e outros wokshops. Também fiz voluntariado por 6 meses no LAWRS http://www.lawrs.org.uk/ onde atendia mulheres vítimas de violencia. Mas infelizmente não consegui continuar devido as responsabilidades maternas. Então me enganjei em outra organização chamada  VOADEZ – Vozes Amigas da Esperança, e Telefono da Esperanza https://www.telefonodelaesperanza.org.uk/, atuao como psicólogo e co-terapeuta de grupos, ajudo nos eventos que acontecem geralmente nos fins de semana, e ser voluntário é também ajudar no que precisar. Lá atuo com portugueses e com espanhois então mais uma lingua pra aprender. Os cursos que são oferecidos pelas organizações são excelentes e ajudam a nós profissionais e também os usuarios do serviço.

E aí dedicar 8 a 10 horas semanais para trabalho voluntario está valendo a pena? Sim, acreditem se você quiser aprender sobre alguma coisa, faça voluntariado! Além de melhorar o idioma, aprender sobre o sistema, a minha saúde mental também está melhor por ajudar outras pessoas.

Se você quer fazer voluntariado no Brasil, e sentir que  também  existem instituições que fazem este trabalho, podemos falar da Cruz Vermelha,  a Fundação SOS Mata Atlantica, AACD – Associação de Asistencia a Criança com deficiencia, o Centro de Inclusão Digital, alias tem organizações maravilhosas que precisam de ajuda.

Não precisa ser empresa, você pode começar a deixar o parque limpo, ajudar a escola onde seus filhos estudam a ter uma ambiente melhor, ajudar os animais, ou visitar asilos de idosos para levar alimentos e melhor passar um tempo com aquelas pessoas tão solitárias. Não precisa ser muito, nem ter dinheiro, apenas um pouco de tempo e vontade de fazer alguma diferença na comunidade onde vive. O  mais importante é começarmos uma ação que beneficie pessoas que estão precisando de ajuda.

Seja voluntário se o Brasil tiver mais voluntário lutando por causas seja de proteção e cuidado aos animais, as crianças, as pessoas com deficiencia, lutando contra a violencia contra mulher, contra a injustica social, a pobreza, ajudando a educação, saúde, enfim… existem muitas possibilidades de ajudarmos a construir um mundo melhor!

Veja a baixo alguns links de organizações que trabalham com serviços voluntarios no mundo:

Se você tiver mais interesse em saber entre em contato através dos comentários abaixo, deixe sua sugestão e opinião. 

 

 

Anúncios