Como transmitimos valores através dos contos infantis!

Publicado por

Desde que meu filho era bebê, eu procuro ler livrinhos com ele. Inicialmente eram livros de figuras para estimular a aprendizagem das cores, primeiras palavras, etc. Atualmente ele está com quase 4 anos e começamos a ganhar mais livros em português, para manter o desenvolvimento do bilinguismo.

Ao morarmos longe do Brasil, livros em português são raros e muitos dos livros que encontramos são contos clássicos. Meu filho adorou o conto do João e do pé de feijão e do Gato de botas, além do Pinóquio, o patinho feio, entre outras.

No entanto, ao reler os clássicos, fui me dando conta de como aprendemos sobre heróis que na verdade não são heróis, são pessoas desonestas, enganam o outro e se saem bem no fim.

Se você rever a estória de João e o pé de Feijão, o gigante não é mau, ele está em seu castelo, mas o João lhe rouba a galinha e a harpa, aí o gigante sai furioso, o João corta o pé de feijão o gigante morre e ele fica rico.

Veja o Gato de botas, ele engana o rei, inventa mentiras, se disfarça vai ao castelo do Ogro o engana e come o Ogro, ficando com o castelo pra ele, seu dono que era pobre passa a ser rico e vira príncipe.

Enfim o que estamos ensinando com esses contos, é que não importa a forma como você consegue as coisas, se no final você ficar rico, então você é herói, sai vitorioso. São estórias típicas de uma sociedade que não se importa com o outro, não importa a forma como se chega ao topo, o mais importante é chegar ao topo.

Acho importante ter estas reflexões, que hoje são consideradas mimimi, por algumas pessoas, mas na verdade, são questionamentos sobre o que antes era dado como normal, se é positivo e interessante de continuarmos reproduzindo e ensinando aos nossos filhos.

Se falarmos das estórias principescas onde a princesa sempre precisa de um homem ou um príncipe para ter um final feliz, se ela não se casar parece que não terá um final feliz.

Estamos vivendo uma época de rever conceitos, refletir sobre o que antes nos parecia inocente, mas que ao mesmo tempo traz efeitos, forja o caráter, a percepção e as crenças de como devemos ser, o que devemos buscar ou atingir.

Percebo como filmes, livros, qualquer coisas que introduzimos aos pequenos, são ensinamentos e moldam o comportamento dos nossos filhos, eles buscam imitar, reviver o personagem, dramatizar a cena que lhes chama atenção.

Então, gostaria de deixar aqui o desafio de como ensinarmos nossos filhos sobre honestidade, protagonismo, responsabilidade sobre nossa própria felicidade, porém não de forma individualista, mas partindo da solidariedade, coletividade e vida social.

Sim, é um desafio enorme incutir tais valores em um mundo que incentiva a competição, o individualismo, onde tudo é permitido desde que dê certo para você no final, até mesmo nos contos de fada, mas somos mães e queremos o melhor para nossos filhos, logo todo esforço compensa para contribuirmos para a construção de um mundo mais justo e solidário.

Deixo aqui alguns links que podemos baixar livros diferentes em português e até em outras línguas. Afinal a leitura é algo gostoso que além de ajudar no desenvolvimento intelectual também ajuda a imaginação e a criatividade.

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.do

https://canaldoensino.com.br/blog/10-sites-para-encontrar-e-baixar-historias-infantis-de-graca/amp

https://m.bebeatual.com/historias

https://www.omeubebe.com/criancas/atividades-jogos/historias-para-dormir

https://historiasparaosmaispequeninos.wordpress.com/caixinha-das-historias/para-3-6-anos/

Está é minha sugestão, que a leitura seja divertida e também significativa para o desenvolvimento do caráter e do comportamento que queremos para nossos filhos.

Um abraço

Deixe seu comentário e sugestão e se você também links e ideias sobre leituras compartilhe com a gente.

Obrigada

Anúncios

12 comentários

  1. Eu não acredito que o conto de fadas possa influenciar no caráter de alguém, mas concordo que a moral dessas historias são sim duvidosas. Seria importante falar de coisas reais e atuais. Gostei muito do texto, Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Adorei o texto! Muitas obras infantis, ou não, merecem reflexão e contextualização do tempo e local onde surgiram. Acho que é válido conversar com os filhos e os pares sobre o que lemos, assistimos e ouvimos, considerando se é de fato bom e natural.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.