5 Ideias Inspiradoras para Melhorar seu Natal

Publicado por

dr_house-noel

Antes de abordar o sujeito vamos deixar claro que eu gosto muito do Natal, mesmo.

Natal afaga minhas entranhas de tantas memórias boas, mas você vai ter que concordar comigo que o trem está meio fora dos trilhos ultimamente, não acha?

Ano passado, nessa mesma época, eu estava no Instagram divagando sobre minha revolta contra o sistema absoluto de consumo e a pressão midiática, que nos doutrina a preparar a festa de dezembro em outubro e voilà que esse ano estou dando um passo mais largo e convidando você a refletir, mas não só isso.

E se eu te disser que com ações simples podemos melhorar a qualidade das memórias que criamos, para nós e para as nossas crias, você acreditaria?

il_570xN.1355929479_glrr

Pra fugir da matemática “tenho+que+comprar” nessa época do ano (mas poderia ser em qualquer outra, não se esqueça disso!) depois de 3 anos essas são nossas estratégias natalinas de fuga:

  • Publicidade e propaganda

Esse título só é bacana se for no diploma, e olhe lá!  Atualmente as estratégias de marketing e a pressão que nos impulsiona a consumir entra sorrateiramente em nossa casa, sem mesmo ter sido convidada. Para evitar “cair na tentação” minha tática é cortar a raíz do problema.

Uma simples etiqueta na caixa do correios (STOP PUB = nada de publicidade) pode evitar a invasão de catálogos e promoções de produtos interessantíssimos pra nossa vida que até então não tínhamos sequer a ideia da sua existência.

Evitamos também o consumo quotidiano da TV aberta.

Não sei se você sabe, mas os “comerciais” na TV francesa costumam durar entre 6 e 8 minutos. Dá pra imaginar a quantidade de produtos a oferecer em 3 intervalos de um filme ou um desenho?

Nem por isso ficamos sentados em roda na frente da lareira esperando a tempestade passar.

Utilizamos Netflix, Amazon TV e muitos livros pra ocupar nosso tempo sem ser pressionado a comprar o novo espremedor de frutas que faz a melhor laranjada do século XXI.

  • O novo é sempre melhor

Novo-é-sempre-melhor

Não vamos abordar aqui a questão ecológica pra não fugir do tema, mas pense nela se puder ok?

Como consumidores nossas compras são o que chamamos de demanda e quanto maior for a demanda existente maior será a oferta. Mas nesse caso não é a oferta = promoção. Infelizmente. Estamos apenas falando de quantidade, de milhões de produtos oferecidos pra encher nossas casas e esvaziar nossos cofrinhos.

Pra fugir desse circuito nós compramos de segunda mão. Roupas, brinquedos, produtos eletrônicos, a lista é infinita e felizmente é uma realidade possível. Aqui na França temos ao nosso dispor sites e aplicativos diversos pra essa brincadeira.

“Ah! Mas roupa na Europa é tão barata e vc ainda compra usada?” Sim! Pago ainda mais barato, dou uma segunda vida a uma roupa que iria sem duvida parar no lixo, fujo do consumo imposto pelo capitalismo, preservo um material que ainda tem vida útil e não aumento a produção de lixo evitando o consumo de uma peça “nova”, que sabe-se lá como e onde e por quem foi feita para custar tão barato… E isso vale pra família toda!

Em suma, faço economia, cuido do planeta e de quebra ensino pra minha cria outros valores, que tal?

  • Tradição ou traição

Já estou ouvindo seu pensamento: “Mas é uma tradição ?”

Se você leu até aqui já entendeu que toda essa brincadeira mesmo simples vai demandar novas formas de reflexão. E ainda bem!

Já pensou se utilizarmos a desculpa da tradição pra justificar a caça às “bruxas” ou a decapitação em praça publica nos dias atuais?

(Se você concorda com essas ou outras tradições do tipo, seu lugar não é aqui amigo, procure ajuda!)

Se você concorda comigo, continuemos…

Está mais do que na hora de melhoramos e adaptarmos nossas tradições e ensinar aos nossos filhos, sobrinhos, amigos e tios pentelhos que Natal é muito mais que árvore, amigo secreto, presentes e pavê.

Nós, por exemplo, fazemos voluntariados nessa época (e durante o ano todo, lembra?). Tudo que pode ajudar e que as crianças  possam participar: doar brinquedos e roupas, distribuir sopa, visitar doentes no hospital, ajudar associações em ações de Natal. Tenho certeza que você vai encontrar algo do tipo por perto de sua casa para praticar o verdadeiro sentido do Natal.

  • Faça fácil – faça moldes

Lembra desse revista? Ela fez parte da minha infância. Era dela que a minha mãe tirava ideias de presentes e roupas.

Mas não se desespere, se você é como eu, que tem duas mãos esquerdas e física quântica é brincadeira de criança comparada a uma máquina de costura, temos salvação. E ela é deliciosa.

Brigadeiro, meu povo, façamos brigadeiro ou biscoito ou bolo ou bordado ou uma muda de planta tirada do seu jardim ou o que a sua criatividade e destreza permitir e inclua a cria. Presente não precisa de etiqueta. Um bom brigadeiro de pote feito com amor e carinho pode fazer muita gente feliz, vai por mim.

Na escola do meu filho brigadeiro e granola feita em casa são aguardados com grandes expectativas. Você apresenta nossa cozinha e passa um tempo maravilhoso com os bambinos.

  • Momentos e monumentos

Por último e não menos importante proporcione e viva momentos!

Tiramos do Natal presentes e colocamos presença.

Preparamos juntos as comidinhas que todos gostam, vamos ao cinema ou assistimos filmes natalinos juntos colados no sofá e no lugar de uma árvore de plástico gigante cheia de coisas, com toda a economia que fizemos até aqui escolhemos juntos um destino, pesquisamos sobre ele com a maior riqueza de detalhes possível, sempre incluindo a cria e partimos nas primeiras semanas de janeiro viver um momento único. Sempre juntos.

E a decoração, onde fica?

Treezmas_sapin_enchantee_deco1

Fica onde ela deve ficar, nas lojas. Aqui em casa usamos velas, um pisca pisca, que na verdade todo o resto do ano decora outra peça da casa e a arvore é um pinheiro de verdade de 70 centímetros de altura que vem de uma empresa francesa, “aqui” alugado por 3 meses. Em janeiro a empresa recupera e ele volta pra natureza.

E se você não tiver disponível por perto esse serviço ou algo similar, sem pânico. Vai de plástico mesmo.

Lembre-se apenas que a altura da sua árvore não define o sucesso das suas memórias. Decoração é apenas isso.

Caso meu texto tenha sido pouco convincente ou ao contrário: te colocou um pulguinha atrás da orelha você pode ler mais  sobre o assunto nos links abaixo. Não deixe de ler o relato com dicas de como uma das nossas mamães ensina os filhos sobre minimalismo.

Não esqueça de compartilhar suas idéias experiências e opinião nos comentários, e cadastrar seu email para receber sempre as novidades em primeira mão.

Joyeux Nöel – Feliz Natal!

http://lounge.obviousmag.org/bem_vindo_a_hogwarts/2014/12/o-consumismo-e-um-feliz-natal.html

Cristo não nasceu no Natal

http://www.administradores.com.br/mobile/artigos/academico/o-que-e-cultura-do-consumo

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.