Como identificar quando uma criança ou adolescente está sofrendo violência

 

 

Muitas vezes temos a impressao que este topico é muito falado, porem precisamos falar mais sobre a violencia em geral para buscar solucoes, alternativas, e principalmente quebrar o ciclo cultura do castigo fisico, e assim das demais violencias (sexuais, psicologicas, domestica, e entre pares como o bullying ) relacionadas a esse respeito.

Por isso, tem uma campanha do Governo do Estado do Paraná que vem chamando atenção para este tema, a campanha ” Nao engula o choro”.

 

Segundo dados da UNICEF, “a cada 7 minutos, em algum lugar do mundo, uma criança ou um adolescente, entre 10 e 19 anos, é morto, seja vítima de homicídio, ou de alguma forma de conflito armado ou violência coletiva. Somente em 2015, a violência vitimou mais de 82 mil meninos e meninas nessa faixa etária – 24,5 mil dessas mortes aconteceram na região da América Latina e do Caribe”.

Os dados da UNICEF tambem demostram que a Violência contra crianças pequenas em suas casas chega a um numero absurdo de três/ quartos  (3/4) das crianças de 2 a 4 anos do mundo – cerca de 300 milhões – sofrem agressão psicológica e/ou punição física tendo como autores os seus cuidadores.

Em todo o mundo, uma em cada quatro crianças menores de 5 anos – 177 milhões – vive com uma mãe vítima de violência doméstica.

Em relacao a Violência sexual contra meninas e meninos:

  • Em todo o mundo, cerca de 15 milhões de adolescentes meninas, de 15 a 19 anos, foram vítimas de relações sexuais ou outros atos sexuais forçados.
  • Apenas 1% das adolescentes que sofreram violência sexual disseram que buscaram ajuda profissional.
  • Nos 28 países com dados disponíveis, em média 90% disseram que o perpetrador do primeiro incidente era um conhecido.

Nós podemos perceber as pistas e os sinais das crianças que estão passando por estes abusos, e assim ajudá-los com a denúncia aos órgãos competentes como o conselho tutelar ou o serviço social do país que você mora.

Primeiramente é preciso entender que a violência sexual pode acontecer com ou sem emprego de força física e com ou sem consentimento da vítima, através de cantadas obscenas, beijos e carícias erotizadas até a consumação do ato sexual, tendo como finalidade somente o prazer do violador.

Muitas pessoas, por não entenderem o que realmente é a violência sexual, deixam de denunciar, pois dizem não ter provas, porque acham que houve consentimento da vitima e mesmo por pensarem que a violência só se caracteriza como tal, quando há a consumação do ato. Mas é importantíssimo que haja a denúncia, mesmo que há  apenas uma suspeita, pois os órgãos competentes vão fazer a investigação e principalmente farão a proteção à criança, evitando que esta permaneça numa situação de violência.

Mas como perceber quando uma criança ou adolescente esta passando por abusos ou exploração sexual?

PISTAS SEXUAIS

  • Conduta muito sexualizada;
  • Desenha órgãos genitais além de sua idade;
  • Comportamento sexual inadequado para sua idade;
  • Mostra interesse não usual por assuntos sexuais;
  • Pedidos de informação sobre contracepções, podendo ser um grito de ajuda.
  • Masturba-se excessivamente;
  • Vergonha excessiva;
  • Dificuldade de caminhar, urinar ou engolir;
  • Doenças sexualmente transmissíveis;
  • Dor, coceira ou odor na área genital;
  • Roupas rasgadas ou com manchas de sangue;
  • Sangramento na região vaginal ou anal;

COMPORTAMENTO PASSÍVEL DE SER OBSERVADO NA ESCOLA

  • Ausência escolar, sem motivo;
  • Resiste a participar de atividades físicas;
  • Resiste a se desvestir ou a ser desvestida;
  • Resiste a voltar para casa após a aula;
  • Inabilidade para concentrar-se;
  • Súbita queda de rendimento escolar;
  • Para algumas crianças vítimas de violência sexual a escola pode ser um paraíso, de modo que elas chegam cedo e saem tarde.

PISTAS GERAIS

  • Perturbações do sono – Ex. Enurese noturna, pesadelos, sonolência;
  • Comportamento regressivo;
  • Isolamento social;
  • Alternância de humor : Quieta, triste, retraída;
  • Mudança de comportamento alimentar – Ex. Perda de apetite, obesidade;
  • Mostra medo de lugares fechados;
  • Falta de confiança nos adultos;
  • Medo acentuado de homens;
  • Exibições inapropriadas de afeto entre pais e filhas;
  • Desobediência na tentativa de chamar atenção.

 

COMPORTAMENTO DE CRIANÇAS MAIS VELHAS

  • Autoflagelação;
  • Fugas constantes de casa;
  • Comportamento anti-social;
  • Tendências suicidas e/ou homicidas;
  • Ataques histéricos;
  • Dependência de álcool ou drogas.

Estas pistas e sinais podem auxiliar a população para que percebam e denunciem quando houver alguma suspeita de abuso, moléstia e exploração sexual. É importante enfatizar que é necessário acompanhamento medico e psicológico às pessoas que sofreram de violência sexual.

Muitas crianças e adolescentes tem receio de contar o que esta acontecendo com eles por vergonha e medo de ser considerada culpada pelo que aconteceu, e de pessoas não acreditarem em seu relato. A maioria dos casos, o silêncio acontece devido às ameaças feitas pelo abusador. Também é comum haver indecisão quando o abusador é um familiar próximo pelo receio de causar uma ruptura familiar.

Vamos fazer a nossa parte para ajudar os que estão passando por isso!

Preste atenção, escute as crianças e seus sinais!

Compartilhe este texto para que mais pessoas saibam dos sinais e possam ajudar  crianças do mundo todo nestas situações!

 

Anúncios

Autor: Denize Cenci

Gaucha de nascimento, Catarinense de coração, blogueira por acidente! Sou casada e mãe de menino, onde descobri a dor e alegria de ser mãe. Sou Psicóloga - Especislista em Terapia Sistêmica de Família e de casais, também faço atendimentos individuais e tenho vasta experiencia Saúde Mental e Saude Pública, pós-graduada em Saúde publica com foco em saúde da familia. Mudei-me para Londres - Inglaterra em 2014, e desde então venho experienciando o que é ser imigrante e expatriada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s