Feliz dia dos Namorados para quem tem idade para Namorar

Que o Brasil é considerado um dos países mais sexy do mundo, não é novidade para ninguém, agora o que talvez você não saiba é que toda essa sexualidade atinge bem em cheio nossa sociedade. Basta ligar a TV e ver os anúncios e propagandas, ou até mesmo outdoors espalhados pelas cidades, nas músicas que ouvimos e nas novelas que assistimos… Infelizmente nossas crianças tem sido bombardeadas, desde muito jovens com todo esse apelo sexual.

A cada dia mais vemos crianças de 9, 10 anos beijando na boca de outras crianças, falando de relacionamento serio, fotos um tanto ousadas nas redes sociais e um aumento no índice de gravidez na adolescência.

Me lembro de quando eu tinha 11 anos e uma amiga de classe faltou aulas por 2 semanas, quando ela voltou e eu perguntei o que tinha acontecido ela simplesmente me disse que precisou se ausentar da escola para fazer um aborto! Não, você não leu errado, ela tinha engravidado do namorado e a própria mãe a levou numa clínica para fazer o aborto por considerar que ela não teria condições de criar uma criança. Ninguém me contou essa historia, eu vivenciei de perto, ouvi cada detalhe da boca da minha amiguinha de apenas 11 anos, como eu na época.

Não adianta fechar os olhos e achar que esse tipo de coisa não acontece, infelizmente a erotização precoce tem gerado danos físicos, psíquico e emocionais em nossas crianças.

E preciso combater esse mal! E vamos deixar bem claro alguns fatos:

Não é engraçadinho ver duas crianças dando selinho;

Não é legal incentivar seu filho a passar a mão na bunda das menininhas;

Não é inofensivo tocar Anita na festa de aniversario de 5 anos da sua filha;

Não é arte ver uma criança de 7 anos rebolando ate o chão ao som de uma música obscena;

Não é bonito maquiar sua filha, pintar as unhas dela e vestir como adulta.

Nao é saudável , expor fotos de sua filha fazendo caras e bocas nas redes sociais.

Pare! Por favor, Pare!

Incentive seu filho a ser um bom amigo, a não deixar ninguém sozinho, a cuidar das pessoas que o cercam, a demonstrar gratidão e alegria pelas pessoas que o fazem feliz!

A infância é uma fase tão linda, rica, pura e inocente, ainda assim passa tão depressa! Quando você menos notar seu filho já é um adolescente… Não apresse as coisas, deixe a criança ser criança, pois só assim ele será um adulto saudável!

Há tempo para todas as coisas e definitivamente a infância não é tempo para namorar, nem ser mini adulto.

Agora, para o papai e a mamãe que são adultos emocionalmente saudáveis que apesar do “caos” de ter uma criança ou duas ou três sempre por perto, fazem de tudo para manter o romantismo e a cumplicidade na relação, `a vocês sim o meu Feliz dia dos Namorados!

E lembre -se: Criança não namora, nem de Brincadeira!

Anúncios

Autor: Marcielly Azevedo

Mae do Vinicius e da Rebeca, esposa do Eder. Homeschooler, apaixonada por Educação Livre e Criação com Apego Ja morou no Brasil, Londres, atualmente em Portugal.

13 pensamentos

  1. Concordo plenamente! Infelizmente tenho pouca esperança que isto mude no Brasil nem pensando em longo prazo. À transformação passa pela educação cultural, cívica, emotiva, sexual, econômica… e esta transformação está muito longe de acontecer.

    Curtido por 2 pessoas

  2. E realmente triste e quando olhamos para o quadro todo, fácil perder a esperança, mas a gente segue informando, apelando, conscientizando país, professores, cuidadores, e pedindo a Deus que um dia mude… obrigada por comentar!

    Curtido por 1 pessoa

  3. A questão da erotização infantil é um assunto sério e que deve ser amplamente debatido. E o reflexo da sociedade machista e patriarcal na qual ainda estamos inseridos, que data lá da época dos primórdios.
    Ainda hoje os meninos são estimulados a serem “machos” desde cedo, abusando da amiguinha. E temos pais que acham lindo.
    É preciso quebrar esse paradigma e deixar a criança ser criança. Os estímulos visuais da mídia apenas tem apelo quando os adultos que cercam as crianças incentivam este apelo.
    Lembremo-nos sempre que os filhos são em primeira instância, reflexo dos seus pais.
    Essa é uma luta que vale a pena, mas, muito mais do que culpar a mídia, e a indústria fonográfica, é preciso despertar nos pais a consciência de que eles são os responsáveis primários pela criação de seus filhos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Conscientização e a palavra certa!
      Mas com a ausência dos pais na educação dos filhos, a referência infelizmente acaba sendo a TV, a internet e os youtubers da vida…

      Curtir

  4. Voce tem toda razao e acho que a educacao, a escola é muito responsavel junto aos pais nisso. Precisamos de escola de qualidade, onde os alunos respeitam os professores, onde haja aula de saude e educacao sexual. Enfim…longa conversa. Voce escreveu muito bem

    Curtir

  5. Parabéns Marciely lindo texto e que serve pra abri os olhos e vermos como o mundo realmente está agressivo em tudo é pior é que as crianças são as principais vítimas

    Curtir

  6. Excelente texto. Criança é criança e ponto. Não precisamos e nem devemos roubar a infância delas. E sabe uma coisa que me irrita? Esses canais do YouTube em que as meninas ao falam de maquiagem, roupas e passinhos de dança. Não brincam, não se divertem, não são crianças.

    Curtir

  7. Adorei o texto, vou me inspirar e escrever sobre também.
    Cada vez se torna mais difícil, na sociedade moderna, ter esse tipo de posicionamento. Há quem diga que somos “caretas” mas eu penso que, somos visionários.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s