Tentando engravidar…

A função de doula sempre me levou à leitura constante sobre gravidez, maternidade e parentalidade.  Mas não aprendi muito sobre técnicas para engravidar até viver minha própria experiência.

Hoje em dia me posiciono em grupos de discussão sobre o tema, pois acredito que tenho uma visão construtiva a compartilhar. Existem inúmeros grupos e fóruns onde este assunto é amplamente discutido, e é fácil notar que tudo está ficando tão técnico que acaba se tornando frustrante e desencorajador para muitas pessoas. A tecnologia está aí para ajudar as mulheres que agora podem descobrir seu período fértil e  de possível ovulação através de aplicativos.

Numa época de tanta informação disponível, eu acredito que algumas pessoas simplesmente ficam sobrecarregadas.

Quando decidimos engravidar, eu baixei um aplicativo no celular para marcar os dias da menstruação e descobrir quando eu estaria fértil. Os primeiros três meses foram pura ansiedade, três a quatro dias antes da minha menstruação, eu já estava prestando atenção aos sinais do meu corpo pra tentar encontrar um sintoma de gravidez. Eu sempre estava com meu teste de gravidez prontinho para o próximo mês.

Period Tracker
Aplicativo Period Tracker, eu gostava muito dele!

O Period Tracker foi o aplicativo que eu usei, eu gostei muito. E agora me parece que tem ele todinho em português, caso você não fale inglês!

Embora eu tenha ouvido de diferentes fontes que a ansiedade tem um papel importante quando se está tentando engravidar, o sentimento era mais forte do que eu. Eu simplesmente não conseguia parar de pensar nisso. Além do mais, como eu tinha acabado de me casar, tinham várias pessoas constantemente fazendo a grande pergunta: “Quando você vai engravidar?”. Era difícil não pensar a respeito o tempo todo.

A cada mês que a menstruação dava as caras era uma grande decepção, apesar de eu fingir estar OK com aquilo e estarmos acompanhando o aplicativo direitinho, nada de gravidez. Será que o problema era com a  gente? Essa ideia começou a me perseguir. Eu sou uma pessoa muito tranquila em geral, mas como engravidar sempre foi um dos meus maiores sonhos, eu simplesmente não conseguia relaxar. Eu queria muito engravidar.

Eu tenho algumas amigas mães e grávidas e faço parte de alguns grupos onde há discussões extensas sobre engravidar, mas por algum motivo eu não dava conta de acompanhar essas conversas. Na minha cabeça, isso deveria ser algo tão natural que eu não devia tentar ficar grávida, a gravidez iria simplesmente acontecer!

Em fevereiro, acredito que consegui me desligar daquela maneira controladora que eu estava antes. Naquele mês, a minha menstruação desceu uma semana antes, mesmo sendo regular desde que eu parei de tomar anticoncepcional para desintoxicar meu corpo. Ela veio no meio das minhas férias enquanto eu fazia snowboard, que beleza!

Naquele mês, eu continuei marcando tudo no meu aplicativo, mas não estava necessariamente seguindo as orientações que o aplicativo dava (faz sentido?!). Eu ainda estava ciente do que estava acontecendo com meu corpo, mas sem estar excessivamente fissurada com o dia exato que estaria fértil. Vale lembrar que os aplicativos não são 100% precisos, então por que eu deveria seguir todas as instruções?

teste de gravides

Eu entendo que alguns casais têm problemas para engravidar e eles precisarão de alguma ajuda médica para chegar lá. Mas antes de pularmos para esta conclusão, por que não prestamos mais atenção aos detalhes do nosso dia-a-dia: como está o nosso relacionamento e o ambiente ao nosso redor? Eu sei de um casal que tentou engravidar por mais de dez anos e adivinha o que aconteceu? Alguns meses depois que eles desistiram e adotaram uma criança, eles engravidaram! Eu só gostaria que alguns casais entendessem o quanto seu estado de espírito pode influenciar na tentativa de gravidez. Pode ser que não haja nada de errado com você, você só precisa relaxar!

Eu respeito muito os casais que realmente têm uma situação de infertilidade e este texto não foi escrito para eles. Este texto é para você que ainda não tentou por tanto tempo, ou para você que está tentando por um tempo, mas sempre foi muito controladora com seu próprio corpo. Posso deixar uma sugestão para você tentar quando estiver pronta? Sugiro uma pausa por alguns meses, deixe todos esses controles de lado por um tempo, cuide do seu corpo, coma bem, faça exercício físico (experimente Yoga!) e ame o máximo que puder. Tenha uma vida equilibrada em primeiro lugar e só então os resultados deverão aparecer.

Pense assim, pois você quer o melhor ambiente para o seu bebê se formar, não é? Confie no seu corpo e cuide das suas emoções, tente controlar a sua ansiedade. Tudo o que o seu corpo está tentando fazer é esperar até que ele esteja pronto para receber com segurança seu pequeno tesouro.

Eu te desejo toda a sorte e espero ter notícias em breve!

 

Anúncios

Autor: Carla Rodrigues

Mãe de um príncipe, casada com um gringo e morando no Brasil. Formada em Administração de Eventos e Contabilidade em Londres, no momento atua com doula e massoterapeuta e está se especializando nos mistérios do puerpério. Sócia do espaço Laço Materno em Campo Grande MS e amante do mundo da gestação, parto e puerpério! Blogueira? Bem animada, mas ainda está tentando compreender a idéia!

3 pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s